X Close
Your Cart
Keep Shopping
Você Sabia Que Ensinar Jiu Jitsu A Não Japoneses Já Foi Crime?

Você Sabia Que Ensinar Jiu Jitsu A Não Japoneses Já Foi Crime?

Hoje em dia o Jiu Jitsu é uma das artes marciais mais ensinadas e disseminadas em todo o mundo. O início da evolução e disseminação do Jiu Jitsu no Brasil se esbarra com a família Gracie que com o aperfeiçoamento das técnicas aprendidas com Conde Koma espalhou nossa arte primeiramente para todos os cantos do país e mais tarde para os Estados Unidos.

Nos dias de hoje nossa arte é tão ensinada em todo o mundo que existe países como os Emirados Árabes o Jiu Jitsu é ensinado dentro das escolas como matéria obrigatória aos alunos, desde muito novos.

Além disso, muitos dos campeonatos de Jiu Jitsu, são realizados fora do Brasil, hoje mesmo lá nos Emirados Árabes Unidos, se inicia um grande torneio, o World Pro, organizado por uma Federação Àrabe de Jiu Jitsu. E não é somente por lá que temos campeonato de BJJ, nos Estados Unidos, desde 1996 é realizado anualmente o Pan Americano e desde 2006 o Mundial de Jiu Jitsu, em Portugal é realizado também anualmente o Campeonato Europeu de Jiu Jitsu e a cada dia que passa temos mais praticantes de Jiu Jitsu em todo o mundo!

Mas nem sempre foi assim... Ao retornarmos nos primórdios da história de nossa arte marcial vemos que nossa arte foi durante muito tempo considerada uma arte marcial proibida em que somente um número restrito de pessoas poderia praticá-la.

Para conhecer a origem do Jiu Jitsu é necessário viajar no tempo para aproximadamente 500 anos antes de Cristo, na região da Índia, berço da maioria das religiões.

Nessa época, o budismo era a religião predominante e os monges budistas eram criadores de formulários de defesa pessoal. Preocupados com a auto defesa, eles desenvolveram técnicas baseadas no equilíbrio, no sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Nesse contexto podemos considerar que surgiu o  primeiro rascunho do Jiu Jitsu que mais tarde foi modificado e disseminado pelos Gracie.

De acordo com a filosofia de pensamento do budismo, essa arte era utilizada de forma a promover a autodefesa sem utilizar a força bruta a substituindo pela inteligência! Com a expansão da religião Budista, a partir do final do século XIX, esse conjunto de técnicas percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, país onde se desenvolveu e se popularizou e se proibiu de ser ensinado...

O ambiente de desenvolvimento e refinamento da arte foram as escolas de samurais, existia uma casta guerreira no Japão feudal, a divisão de classes sociais era muito evidente, e foi na classe dos samurais que o Jiu Jitsu ganhou força e mais se desenvolveu. O Jiu Jitsu era matéria obrigatória aos jovens e adolescentes que desejavam se tornar Samurais, assim como outras técnicas como a esgrima, a cavalaria, a pintura e a literatura.

Seu desenvolvimento no Japão, foi composto por caracterizar técnicas de combate que envolvessem a aplicação de armas pequenas e técnicas desarmadas. Inserido nesse contexto, o termo acabou por reunir grande variedade de estilos de combate, que se tinham desenvolvido até aquele momento.

Sua evolução se deu pelo fato de que dentro de um campo de batalha um samurai poderia acabar sem suas espadas ou lanças, necessitando de um método de defesa sem armas. Como os golpes de impacto não eram eficientes nesse contexto, visto que os samurais vestiam armaduras, as quedas e torções começaram a ganhar espaço pela sua eficiência. O Jiu Jitsu, assim, nascia em contraposição as outras artes em que os combatentes portavam espadas ou outras armas.

Nessa época o Jiu Jitsu passou a ser tratado como uma joia e por ser uma arte marcial tão diferente das outras e tão eficiente em batalhas corporais o imperador japonês da época proibiu que ele fosse ensinado aos não japoneses, pois se esses soubessem dessas técnicas poderiam vencer as batalhas ou pelo menos equiparar essa importante “arma” que os japoneses tinham.

Esse decreto permaneceu durante muito tempo, para ser mais exato ele atravessou os séculos até a primeira metade do século XX. Quem desrespeitasse essa ordem era considerado traidor da pátria e era condenado a morte, sua família perdia todos os seus bens que tivessem e sua moradia era incendiada.

Somente após a introdução da cultura ocidental no Japão, promovida pelo Imperador Meiji entre 1867 e 1912, as Artes Marciais japonesas caíram em relativo desuso devido ao surgimento de armas de fogo, que ofereciam a uma nova possibilidade de eliminação mais rápida sem o esforço de uma luta corporal.

Nesse meio tempo, alguns mestres de Jiu Jitsu migraram do Japão para outros Continentes, disseminando o ensino da arte marcial. Inserido nesse contexto, Mitsuyo Maeda (mais conhecido como Conde Koma), chegou ao Brasil em 1914 e ensinou a Gastão Gracie (Pai de Helio Gracie) que juntamente com sua família aprimorou as técnicas do Jiu Jitsu e as ensinou por todos os cantos do país e do mundo!

O BJJ Fanatics diferentemente da antiga cultura japonesa não proíbe o ensinamento de nossa arte! Pelo contrário, nosso site disponibiliza o mais exclusivo e completo conteúdo com os melhores lutadores da atualidade, atletas como Thamires Aquino, Thomas Lisboa, Alexandre Vieira, dentre outros nos mostram seus segredos e ajustes de suas posições favoritas!

Nesta PÁSCOA o BJJ Fanatics está presenteando nossos clientes com um Super Cupom de desconto de 40% para que vocês possam estar evoluindo e agregando ainda mais nos seus treinos e também nas competições!

Utilize o Cupom “PASCOA2019” e compre todos os nossos curso com descontos incríveis, poucas vezes praticado em nossa plataforma!

Não deixe de aproveitar essa oportunidade de aprender com os melhores do Jiu Jitsu Mundial! 

OS TRUQUES DA GUARDA ARANHA COM THAMIRES AQUINO (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

GUARDA DE GANCHO DO BÁSICO AO AVANÇADO COM THOMAS LISBOA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI


TUDO SOBRE O LOOP CHOKE COM ALEXANDRE VIEIRA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

Marcadores