Keiko Fukuda A Pioneira Do Judô Feminino, Conheça A História Dessa Guerreira E Inspire-se

Keiko Fukuda A Pioneira Do Judô Feminino, Conheça A História Dessa Guerreira E Inspire-se

Hoje nós vamos falar um pouco da carreira dessa Judoka que lutou contra estigmas e tabus para se tornar a primeira e única mulher a graduar-se ao 10º Dan no Judô, grau este somente reconhecido em agosto de 2011 e popularizar esta arte marcial que era praticada por pouquíssimas mulheres.

Keiko Fukuda nasceu em 12 de abril de 1913 e era neta do primeiro Sensei de Kano, Hachinosuke Fukuda, e foi a primeira e única mulher a atingir o grau de 10º dan quando ela tinha 98 anos de idade, Keiko Fukuda faleceu em 9 de fevereiro de 2013 aos 99 anos. Seu lema, que carregou durante toda a sua vida era “Ser gentil, amável e bonita, ainda firme e forte, mentalmente e fisicamente”.

Durante anos Keiko Fukuda foi a última herdeira dos ensinamentos do criador do Judô, o Mestre Jigoro Kano. O contato entre eles durou pouco tempo, 4 anos, Jigoro morreu quando ela tinha 25 anos mas os ensinamentos adquiridos durante esse tempo estiveram presentes até o final da sua vida.

O nascimento do Judô em sua vida começou através de seu avô que ela nem chegou a conhecer, o mesmo foi professor de Ju-Jitsu (arte marcial que deu origem tanto ao Jiu Jitsu brasileiro quanto ao Judô) de Jigoro Kano, mas naquele tempo a arte marcial era utilizada nas guerras civis do Japão e confronto de Ju-jitsu terminava com graves lesões em algum dos oponentes.

 Como sabemos, Kano desenvolveu a partir dessas técnicas a arte que conhecemos hoje como Judô aproveitando dos conhecimentos adquiridos no Ju-Jitsu contudo sem a mesma violência da arte anterior, e Jigoro fundou a primeira escola de judô do mundo conhecida como Kodokan, a escola esta que Fukuda frequentar quando tinha 21 anos de idade.

Quando a kodokan tinha 50 anos jigoro kano já possuia muitos dicipulos, todos homenns e decidiu então que também ensinaria o Judo para as mulheres començando por suas filhas e as mulheres mais próximas de seu clã, foi quando chegou até keiko fukuda, a neta de seu antigo mestre.

Antes de conhecer o Judô ela cumpriu a destino que as mulheres japonesas costumavam seguir, aprendendo a até mesmo a cerimônia do chá e já estava prometida em casamento a um homem, mas foi aí que Keiko Fukuda mudou o seu destino, ingressando na escola de Jigoro Kano e se tornando pioneira no judô feminino.

Muito talentosa e perspicaz ela aprendeu rapidamente o Judô e em pouco tempo passou a ensiná-lo. Seu mestre Jigoro Kano morreu em 1938 aos 78 anos, mas ela não se desanimou sabendo que precisava dar sequência a obra dele e não deixou de comparecer a Kodokan, nem mesmo durante a Segunda Guerra Mundial quando o Japão foi invadido pelos Estados Unidos.

Sendo uma aluna exemplar, ela foi fiel aos princípios de seu Mestre que lhe deixou uma missão, viajar para o exterior ensinando o Judô aos estrangeiros. Dessa forma, ela seguiu viajando, passando por Austrália, Noruega, França, Filipinas e México e se estabeleceu no estado de San Francisco nos Estados Unidos, onde viveu mais de 40 anos disseminando não somente as técnicas de judô mas todos os princípios éticos e morais aprendidos juntamente de Kano.

O trabalho dela é considerado fundamental para que o Judô atingisse o patamar que está nos dias de hoje. Nas olimpíadas de 1964 em Tóquio ela apresentou ao mundo essa arte marcial, em uma demonstração onde todos puderam conhecer o Judô e Fukuda se sentiu muito orgulhosa dessa apresentação.

Keiko nunca se casou e costumava dizer que o seu único marido era o Judô, sendo a única mulher do mundo a atingir o 10º dan do Judô, o grau mais alto da faixa preta que se tornou vermelha ao atingir tal graduação, e o dia de sua graduação ao 10º grau virou data comemorativa em San Francisco.

Pouco antes de morrer, com quase 100 anos de idade ela permanecia dando aulas em San Francisco, seus alunos se orgulham até hoje de terem tido aulas com essa mulher que simbolizou toda a sua vida a arte que escolheu se dedicar.

Muito mais do que judô ela ensinou aos seus alunos e ao mundo um caminho saudável para se viver, através de aulas de humanidade, ensinando um judô muito próximo daquele aprendido na escola Kodokan com Jigoro Kano.

Claudio Calasans e Marco Barbosa assim como Keiko Fukuda iniciaram sua carreira no Judô, mas mais tarde migraram para o Jiu Jitsu e hoje em dia fazem muito sucesso no Jiu Jitsu.

Judô e Jitsu estão entrelaçados e graças a essas duas artes marciais temos grandes atletas que vieram do Judô, como Cláudio Calasans e Marco Barbosa que  não só feras no Judô, mas também são grandes nomes do Jiu Jitsu, e juntamente com a equipe do BJJ FANATICS, preparou para você tudo sobre seus maiores segredos e todas as suas técnicas sensacionais através de nossos cursos

CONFIRA!

 

 MATADOR DE GIGANTES POR CLAUDIO CALASANS (ACESSO ONLINE)

 

COMPRE AQUI

 O MANUAL DA PASSAGEM NA PRESSÃO COM MARCO BARBOSA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

 

 

 

Marcadores