X Close
Your Cart
Keep Shopping
No Jiu Jitsu E Na Vida Vencer De Forma Justa É Mais Importante Do Que Simplesmente Vencer

No Jiu Jitsu E Na Vida Vencer De Forma Justa É Mais Importante Do Que Simplesmente Vencer

Uma das primeiras lições que devemos aprender quando entramos dentro de uma arte marcial é o respeito ao seu semelhante, as artes marciais não são somente esportes que levam em conta as disputas de campeonatos e a consagração de atletas com títulos e medalhas.

As artes marciais são muito mais do que títulos e medalhas e no Jiu Jitsu isso não é diferente. Desde os primeiros passos do Jiu Jitsu proposto por Hélio Gracie e seus familiares, o Jiu Jitsu brasileiro é acima de um esporte uma arte marcial no qual regras e principalmente conceitos de vida são levados em consideração.

O respeito ao próximo, a hierarquia, a ética esportiva são atributos obrigatórios para aqueles que enchem a boca para dizer que praticam Jiu Jitsu. Ser casca grossa e campeão é bacana, mas não é tudo e se você é um casca grossa que não respeita ninguém e passa por cima de todas as regras se achando o dono do pedaço saiba que você não representa o verdadeiro Jiu Jitsu.

Mesmo que você seja campeão mundial na faixa preta, se você não tiver o respeito e a admiração dos mais novos, você ainda não poderá dizer que representa o Jiu Jitsu. Hoje em dia o desejo de conquistar títulos e vitórias a qualquer preço faz com que alguns praticantes percam a verdadeira essência do Jiu Jitsu, vemos pessoas fazendo malandragens bizarras como por exemplo cruzar o pé de seu adversário propositalmente para dentro tentando forçar uma desclassificação, e atitudes medonhas como aqueles caras que batem diante de um golpe encaixado de uma forma que o seu oponente afrouxe o golpe, mas que o juiz não veja para continuar a luta e tantas outras atitudes antidesportivas tomadas simplesmente para conquistar uma medalha.

No ano de 2012 um atleta espanhol chamado Ivan Fernández Anaya, em uma corrida de Cross-country entrou para a história do esporte como modelo de ética, gentileza e esportividade. Em uma corrida de 3000m com obstáculos na capital da Inglaterra, o espanhol estava na segunda colocação e quando se aproximava da linha de chegada viu que o primeiro colocado havia se confundido e dessa forma não havia cruzado a linha de chegada.

O espanhol foi até o atleta queniano, Abel Mutai, e o alertou sobre seu equívoco, conduzindo Abel até a linha de chegada para que este alcançasse a vitória. Ivan estava exatamente a 10 metros da bandeira de chegada e com seu oponente completamente distraído, achando que a prova já teria acabado e ao invés de se aproveitar deste vacilo de Abel.

Em outras palavras Ivan negou-se a conquistar a prova e guiou o verdadeiro campeão quase o empurrando o levou até o fim, Ivan Fernandez deixou o colega vencer a prova como iria acontecer, se ele não tivesse se enganado sobre o percurso.

Ao término da prova empurrou um jornalista perguntou a Iván: "Por que o senhor fez isso?”

Iván respondeu com outra pergunta: " Isso o que?" Ele não havia entendido a pergunta…

Retrucando, o jornalista explicou: " Por que o senhor deixou o queniano ganhar?"

Iván respondeu: " Eu não o deixei ganhar, ele ia ganhar."

O Jornalista ainda insistiu: "Mas o senhor podia ter ganhado!"

Iván encerrou dizendo: " Mas qual seria o mérito da minha vitória? Qual seria a honra dessa medalha? O que minha mãe iria achar disso? Ainda que tivesse me dito que ganharia uma vaga na Seleção espanhola para disputar o Campeonato Europeu, eu não teria me aproveitado. Acho que é melhor o que eu fiz do que se tivesse vencido nessas circunstâncias. E isso é muito importante, porque hoje, como estão as coisas em toda sociedade, no futebol, no sociedade, na política, onde parece que vale tudo, um gesto de honestidade vai muito bem. ”

Mesmo sem a medalha de ouro e a vaga na Seleção Espanhola Iván ganhou muito mais do que almejava, tornando-se um grande exemplo de profissional a ser seguido. Dentro do Jiu Jitsu vemos muitas vezes pessoas extremamente sorrateiras que buscam brechas para fazerem alguma falcatrua simplesmente para se dizerem campeãs, mas será que esses caras tem orgulho de dizer o que fizeram para alcançar tais conquistas?

Um lutador de Jiu Jitsu não se resume em apenas em um punhado de músculos, técnicas afiadas e títulos, mas também deve ser um sujeito grande em espírito, sabendo controlar seus instintos, respeitando o próximo e sabendo lidar com todas as situações da vida.

CONFIRA O NOVO CURSO DO BJJ FANATICS!

É com muita alegria que trazemos o curso de Craig Jones ao Brasil!

Craig Jones, Certamente É O Maior Especialista Em Leg Locks Do Jiu Jitsu Moderno!

Lutando no mais alto nível do Jiu Jitsu Mundial, Craig Jones sabe como ninguém os melhores ajustes do Leg Lock e nesse curso ensinará a você como finalizar todos os seus adversários com essa posição!

Não importa qual é o seu Jogo, Craig te ensinará conceitos de como atacar o Leg-lock partido de todas as situações possíveis!!! 

 

ATAQUES DE PERNA POR CIMA OU POR BAIXO COM CRAIG JONES (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

Marcadores