Dentro Do Jiu Jitsu O Seu Seu Adversário Não É Seu Inimigo!

Dentro Do Jiu Jitsu O Seu Seu Adversário Não É Seu Inimigo!

Temos vivido em um ambiente turbulento dentro do Jiu Jitsu, muitos atletas direcionando ofensas a seus rivais e os desrespeitando, não somente nas redes sociais mas também nos eventos e também durante as lutas.

Essas pessoas parecem ter perdido a essência das artes marciais, que desde que o mundo é mundo pregam pela ordem e pelo respeito entre os adversários, afinal de contas ninguém é obrigado a gostar daquela pessoa na qual você está enfrentando mas tem o dever de respeitá-la como atleta e semelhante.

Hostilidades e muita falação só levam a desordem e a perda da credibilidade do nosso esporte que por tantos anos é massacrado por tantas pessoas ignorantes como um esporte violento e que forma “brigões”. Nós sabemos que a filosofia do Jiu Jitsu é completamente contrária a esse tipo de pensamento e por isso devemos sempre ser vistos como exemplo e propagar o bem onde quer que seja, tanto dentro dos tatames nas competições, quanto nos treinos diários na academia e também no nosso dia a dia em todas as nossas relações, sendo educados e respeitando a todos.

 O Jiu Jitsu e as artes marciais não formam somente campeões dentro dos tatames, mas principalmente deve formar campeões na vida, pessoas de caráter e honra. Dentro de uma academia, por maior que esta seja nem 5% dos faixas pretas venceram um título de expressão como um Mundial ou Brasileiro, mas 100% desses caras devem ter o caráter e as atitudes de um campeão na vida, respeitando tanto os mais antigos quanto os menos graduados e principalmente seus adversários nas competições.

Recentemente Lucas Lepri em uma postagem em seu Instagram deu uma verdadeira aula de bons modos. Nessa postagem Lepri colocou a foto que é capa desse Post, onde o lutador da Alliance aparece ao lado de Roberto Satoshi durante a final do campeonato Mundial de 2017, quando nessa disputa, Satoshi lesionou gravemente seu ombro e foi impossibilitado de continuar na disputa pela sonhada medalha de Ouro do Campeonato mais importante de sua vida.

Nessa Postagem Lepri colocou a seguinte legenda:

Seu oponente não é seu inimigo.

Infelizmente, hoje em dia, temos visto muitas atitudes ruins em nosso esporte.

Tente ser um verdadeiro artista marcial, tente chamar a atenção pelos seus resultados e boas atitudes. Seja gentil com todos, você não sabe o que os outros estão enfrentando na vida. #respect #worlds2017 #ibjjf”

Como Lepri disse, nossos oponentes não devem ser vistos como inimigos, mas pessoas que assim como nós estão buscando a realização do seu sonhos e para isso treinam e correm atrás ca mesma forma que nós corremos. Desrespeitando seu adversário você estará alimentando o ódio dentro do esporte e colaborando para que ele também não te respeite.

Cada pessoa tem a sua história e ninguém cai dentro de uma final de um Mundial de paraquedas como no caso de Satoshi nessa luta. Neste campeonato além de enfrentar todos os obstáculos o lutador havia derrotado 4 adversários duríssimos antes de chegar nesta final, passando por Victor Matos, Marcelo Mafra, o campeão mundial Michael Langui e pelo aluno de Mario Reis, Jhonny Loureiro.

Durante a disputa final quando Roberto e Lucas estavam iniciando seus ataques, Satoshi sofreu uma grave lesão no ombro e viu o sonho de ser campeão mundial escorrendo por agua abaixo. Lepri por sua vez, assim como Satoshi também havia batalhado muito para estar ali e viu o título se aproximar com a lesão do atleta entretanto se preocupou primeiramente em ajudar seu adversário ao invés de comemorar a conquista, dando neste dia uma verdadeira aula de companheirismo.

Muitas pessoas são extremamente afobadas e obcecadas pelas vitórias e conquistas, principalmente dentro do Jiu Jitsu, buscando a vitória a qualquer custo e se esquecendo que seu adversário também é um ser humano que assim como você quer muito vencer. Quando essas pessoas conseguem vencer simplesmente deixam que a soberba tomem conta de si e passam a acreditar que são seres superiores as pessoas derrotadas, o que é um grande erro...

Dentro do Jiu Jitsu ninguém se torna melhor do que ninguém, as pessoas quando entram em uma competição estão ali para medirem a sua técnica, se você derrotou seu adversário hoje é porque a sua técnica foi superior a dele, mas pode ser que na próxima competição a técnica dele prevaleça sobre a sua. Respeitar seus adversários e ser humilde não deve se uma qualidade de poucos mas sim de todos os praticantes de Jiu Jitsu, sejam eles campeões ou não!

Lucas Lepri

Lepri é um cientista quando o assunto é desmistificar todas as saídas para as mais complexas situações de passagens de guarda. Não importa se o guardeiro gosta de fazer guarda aranha, laçada, de la riva, berimbolos, fechada ou até mesmo um é um finalizador, se você for lutar contra Lepri, não o puxe para guarda, pois ele irá brincar com você!



Lucas tem um sistema de passagem de guarda, que é baseado em posições simples, que com certeza você já sabe fazer, como a passagem toreando, a passagem cruzando o joelho, e etc... Mas o diferencial é que através de sua formula todas essas passagens se tornam PRECISAS.

Com uma forte base por cima e mantendo seu equilíbrio e pressão à medida que progride, Lepri é capaz de passar qualquer guarda com extrema maestria, faz parecer fácil passar guardas dão difíceis como a guarda laçada e também aquelas que o adversário enrola o pé em sua lapela.

O melhor de tudo isso é que juntamente com o BJJ Fanatics ele gravou um incrível curso nos explicando todos esses segredos! Sua didática é incrível e faz com que qualquer um aprenda tudo aquilo que ele ensina, é mágico! Agora é a sua vez de aprender com LUCAS LEPRI!!! 

A CIÊNCIA DA PASSAGEM DE GUARDA COM LUCAS LEPRI (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

Marcadores