A Importância Dos Treinos Específicos Dentro Do Jiu Jitsu

A Importância Dos Treinos Específicos Dentro Do Jiu Jitsu

Hoje nós vamos te falar desse tipo de treino muito utilizado no passado e que hoje em dia é por vezes muito esquecido pelos professores... Já imaginou começar já nos 100 kilos daquele guardeiro enjoado que você não passa a guarda dele nem por um decreto, ou até mesmo montado nesse cara... Será que assim você teria chances contra ele?

O treino específico justamente simula situações já preestabelecidas. Diferentemente do rola normal em que os atletas começam frente a frente com as mesmas chances, o treino específico coloca os atletas em situações já predeterminadas onde é o professor que escolhe onde cada atleta começará o rola.

Esse tipo de treino é muito importante tanto para aqueles que “caem na boa”, por cima de uma montada ou então com uma pegada de costas por exemplo, quando para aqueles que estão na “furada”, tomando um amasso por baixo por exemplo, pois simula situações nas quais os atletas não conquistaram aquela posição, entretanto devem fazer de tudo para progredir dentro destas, o atacante tentando finalizar ou utilizando dessa oportunidade para conquistar outra posição melhor ainda, como progredir dos 100 kilos para a montada por exemplo, e o defensor tentando sair da situação de perigo e reverter o domínio da luta.

Por que esse treino é importante?

Primeiramente, porque ele te obriga a trabalhar em situações que nem sempre são comuns durante os seus rolas. Por exemplo, em um específico de meia guarda, obriga aqueles que não são adeptos desta técnica a trabalharem a meia guarda, os forçando a aprender pelo menos o mínimo desta posição de forma a “sobreviverem” durante o rola.

Outro exemplo, em um treino específico de guarda, aqueles que são passadores fenomenais que sempre jogam por cima e nunca são raspados também são obrigados a saírem da zona de conforto, pelo menos por algum momento, a trabalhar por baixo e desenvolver um jogo de guarda.

Outra coisa importante nesse tipo de treino, como dissemos no início da publicação é que nesse tipo de treino você pode algumas vezes iniciar o treino em posições inimagináveis diante daquele adversário mais casca grossa da sua academia.

Isso faz com que você possa desenvolver seus ataques em posições que não está acostumado a chegar, como por exemplo, montado naquele faixa preta casca grossa e assim tentar finalizar esse cara. Esse tipo de treino é bom para ambos porque você terá a oportunidade de treinar em uma situação incomum e o seu adversário também...

Imagina aquele cara que tem uma guarda praticamente intransponível, passam-se meses e ninguém da academia passa sua guarda. Como esse cara vai se comportar em um campeonato se tiver a sua guarda passada e não estiver acostumado a tomar amasso nos 100kg? É muito importante que ele tenha recursos necessários para conseguir sair do sufoco e colocar em sua posição de conforto.

Outra valência desse treino é o fato de possibilitar ao atleta chegar nas posições de soberania sem ter que fazer tanto esforço, sobrando mais energia para o mesmo treinar os ataques, principalmente os mais básicos, os deixando mais afiados ainda, como os arm-locks da montada e os estrangulamentos partindo das costas.

Desenvolver defesas também são algumas das vantagens desse estilo de treino, como as saídas das mais diversas finalizações como os arm-locks, kimuras, estrangulamentos e etc, além de desenvolver saídas de posições extremamente desconfortáveis.

“Bernardo Faria desenvolveu um curso inteiro dedicado as defesas dentro do Jiu Jitsu, neste curso o Penta Campeão Mundial nos mostra as principais saídas que utilizou ao longo de sua carreira! Confira esse curso INCRÍVEL!” 

Leia Mais Sobre Bernardo...

Como o professor pode organizar esse treino?

O professor pode colocar seus alunos nas mais diversas situações de luta possíveis, e colocando o tempo que achar necessário, podendo mesclar posições ao longo de um mesmo treino também, como por exemplo, na primeira rodada seu adversário começa montado, após 2 minutos você pega as suas costas, nos 2 minutos seguintes ele volta para os 100kg e nos 2 minutos finais você começa na meia guarda por cima.

São muitas as situações que podem ser criadas e aperfeiçoadas nesse treino!

Dentro do Jiu Jitsu a criatividade é algo que faz toda a diferença, aqueles que ficam presos as mesmas técnicas sempre estarão um passo atrás daqueles que inventam, reinventam e aprendem novas técnicas.

Eduardo Telles é um dos caras mais criativos do Jiu Jitsu. Sendo considerado o pioneiro do Jiu Jitsu Moderno Telles surpreendentemente consegue tirar da cartola posições antes inimagináveis partindo da posição de 4 apoios (Guarda Tartaruga), com sua criatividade e com os ajustes adquiridos nos treinos ele consegue fazer dessa posição extremamente desconfortável para a maioria dos praticantes de Jiu Jitsu, uma verdadeira arapuca de ataques e finalizações.

CONFIRA AQUI O CURSO DE EDUARDO TELLES! 

TUDO SOBRE A GUARDA TARTARUGA COM EDUARDO TELLES

COMPRE AQUI

 CONFIRA AQUI O MANUAL DE DEFESAS COM BERNARDO FARIA!

 

O MANUAL DAS DEFESAS COM BERNARDO FARIA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

 

Marcadores