X Close
Your Cart
Keep Shopping
Como Não Deixar Que As Lesões Atrapalhem Sua Evolução Dentro Do Jiu Jitsu

Como Não Deixar Que As Lesões Atrapalhem Sua Evolução Dentro Do Jiu Jitsu

Se você assim como nós também é um fanático por Jiu Jitsu, não consegue nem pensar na possibilidade de se afastar dos tatames por qualquer motivo que seja. E um dos maiores medos de um atleta é sofrer uma lesão. Esse medo não é causado pela dor, ou então pelo tratamento ou os remédios que ele terá que tomar para se recuperar, mas sim pela possibilidade de não poder continuar a treinar e quanto ele vai demorar para se curar e quando vai  poder retornar aos tatames e a sua rotina de treinos.

As lesões tem inúmeras causas e na maioria das vezes é difícil evitá-las, elas aparecem das mais diversas formas, podem ser provenientes de campeonatos, treinos intensos ou até mesmo em posições durante o treino, , erros na execução de movimentos, má alimentação, entre outras causas.

É claro que há maneiras de evitar essas lesões que são causadas pelo desgaste gerado no corpo devido ao excesso de treinos. A melhor forma de detê-las é através da prevenção, o fortalecimento, alongamento muscular e o aquecimento antes dos treinos são muito importantes para que o corpo esteja apto á prática do Jiu Jitsu e se minimize o risco de lesões.

Porém existem aquelas lesões que fogem da nossa alçada, pois derivam de acidentes que podem ocorrer durante os treinos e nas competições. Quando você se propõe a treinar uma Arte Marcial como o Jiu Jitsu deve entender que o esporte corpo a corpo te expõe a alguns riscos, e você não está imune a se machucar durante sua caminhada.

A primeira lição importante que devemos tomar nota é que as lesões nem sempre serão evitadas, mas que o modo que você lida com ele influirá no seu rendimento durante os treinos e também  na sua saúde. Por mais que não gostemos da ideia que ficar de “molho” haverá alguns momentos que esse repouso é extremamente necessário para sua recuperação, e se for cabeça dura ir contra isso pode agravar o seu quadro e afastar você do Jiu Jitsu por tempo indeterminado.

Não é o caso de fazer corpo mole! Uma pessoa que treina Jiu Jitsu regularmente, deve aprender a conviver com a dor, ela será uma companheira na sua jornada. Dificilmente um atleta de alto rendimento está 100 % o tempo inteiro, dor no quadril, ombro, dedos fazem parte do aparato do lutador.

Mas deve existir uma linha tênue entre o que é normal do que aquilo que ultrapassa o limite do saudável, e a melhor maneira de entender as causas e conhecer o melhor tratamento para esta lesão e procurar um profissional especializado. Não é qualquer “dorzinha” que precisa afastar você dos treinos, até porque Jiu Jitsu é mais inteligência do que força, mas há casos que o afastamento é necessário e fundamental para melhorar o desempenho do atleta e manter sua integridade física.

Apesar de não ser uma máquina, o corpo humano é uma coisa incrível e ele se adapta as mais variadas condições. Como uma forma de defesa ele sempre apresentará sinais que algum está errado em seu funcionamento, esses sinais podem ser dor, limitação de movimentos e o atleta deve estar sempre atento a esse sinais, para analisar a necessidade de procurar um especialista.

Quando uma lesão aparece é muito importante que seja dado a ela um cuidado especial, o lesionado deve procurar um profissional capacitado para fazer a avaliação correta dos membros que foram afetados e para que possa indicar o tratamento mais correto para aquela cuidar daquele trauma sofrido, evitando assim que o agravamento da mesma.

Há casos mais simples em que o descanso e gelo resolverão o problema. Mas todo atleta em um momento de sua carreira passará por essa situação e terá alguma lesão, seja ela simples ou complexas, sendo ele profissional ou amador. O mais importante é que ele fique atento e procure o tratamento adequado para que possa o mais prevê possível retornar as suas atividades.

Há também aquelas lesões que são causadas pelo ego. Essas são as lesões mais difíceis de lidar, pois ela afeta também o psicológico do atleta.

Nos treinos ou nos campeonatos o atleta deve ter a consciência que ele precisa do seu corpo para tudo, aqueles que não vivem do esporte mais competem esporadicamente, precisam priorizar sua integridade e compreender que eles tem uma vida fora daquele mundo e que uma lesão pode prejudicar outras áreas do seu cotidiano.

A decisão de resistir a um golpe encaixado cabe ao atleta, mais a probabilidade de uma lesão é imensa.

Quais são as áreas mais propensas a lesões?

Geralmente a maior parte das lesões dos Jiujiteiro aparece nos joelhos, cotovelos e ombros, devido a quantidade de vezes que essas áreas são recrutadas durante a pratica do Jiu Jitsu.

A importância de cuidar de uma lesão

O medo de ficar sem treinar, não pode ser maior do que a preocupação com sua saúde, para treinar bem é preciso que seu corpo esteja bem também! O erro de muitos atletas está em insistir em treinar mesmo sabendo está com alguma lesão, e negligenciando a dor ele só agrava o seu quadro e ainda não rende o que renderia de estivesse 100 %.

As vezes não será nada grave e um descanso e um gelo poderão resolver o problema Quando uma lesão aparece é muito importante que seja dado a ela um cuidado especial, o lesionado deve procurar um profissional capacitado para fazer a avaliação correta dos membros que foram afetados e para que possa indicar o tratamento mais correto para cuidar daquele trauma sofrido, evitando assim que o agravamento do mesmo.

Todo atleta em um momento de sua carreira passará por essa situação e terá alguma lesão, seja ela simples ou complexas, sendo ele profissional ou amador. O mais importante é que ele fique atento e procure o tratamento adequado para que possa o mais prevê possível retornar as suas atividades.

 

De volta aos treinos

Essa parte pode ser a pior para o atleta, pois apesar de não ter como esquecer-se de tudo o que aprendeu dentro do Jiu Jitsu, será necessário um tempo de adaptação até que ele se encontre no mesmo nível que estava antes da lesão, será preciso um pouco de paciência. O afastamento do treino mesmo que tenha sido por um curto período, altera o gás e a resistência física daquele que a sofreu. O medo de se lesionar novamente vai estar presente durante um período de tempo, as posições que precisam movimentar a área que foi lesionada serão realizadas como muito receio e cuidado, mas aos poucos ele se adaptará novamente.

As lesões também tem seus lados positivos, pois com ela o atleta começa a pensar mais, vai aprendendo a ser menos afoito. A lesão faz parte do crescimento pessoal e profissional de todo praticante de artes marciais. Ela os torna mais resistentes e fortes.

Quer melhorar seu nível técnico?

Não é porque você está lesionado que você não pode estar em contato com o BJJ. Aproveite esse momento para estudar mais sobre o Jiu Jitsu, conhecer novas posições a afiar os detalhes daquelas que já conhece.

E para isso você poderá contar com a ajuda do BJJFANATICS, nós separamos o melhor material de Jiu Jitsu especialmente para você. Dentro de nossa plataforma você encontra as mais variadas posições feitas pelos melhores atletas da arte suave!! Robson Mau Mau o rei da Kimura e  Jake Mackenzie com sua infalível meia guarda invertida estão esperando por você!!

Não perce tempo e venha conferir!!

COMPRE AQUI

O MANUAL DA MEIA GUARDA INVERTIDA COM JAKE MACKENZIE (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

A KIMURA DO “MAU-MAU” - A KIMURA COMO UM ESTILO DE LUTAR JIU-JITSU (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

Marcadores