Conde Koma, O Japonês Precursor Do Jiu Jitsu No Brasil Que Apresentou A Arte Marcial À Família Gracie

Conde Koma, O Japonês Precursor Do Jiu Jitsu No Brasil Que Apresentou A Arte Marcial À Família Gracie

Nós já estamos “carecas” de saber que o Jiu Jitsu foi adaptado e difundido pela família Gracie, onde futuramente teria a alcunha de Jiu Jitsu Brasileiro ou Brazilian Jiu Jitsu. No entanto temos uma peça fundamental para o desenvolvimento dessa história.

E essa peça chave foi Mitsuyo Maeda ele era japonês, mas foi naturalizado brasileiro como Otavio Maeda, seu apelido Conde Koma surgiu na Espanha em 1908, e juntamente com um grande nome do Judô, Antonio Soisshiro Satake, outro japonês naturalizado brasileiro, difundiram o Judô em países como Brasil e Reino Unido. Sendo um grande judoca na sua época e muito respeitado era referência no esporte criado por Jigoro Kano.

Mitsuyo Maeda, mais conhecido como Conde Koma nasceu em 1878 em Aomori, Japão. Foi para Tóquio em 1894, com dezessete anos de idade, sendo que foi neste período que ele iniciou seus treinos nas artes marciais japonesas, matriculou-se na Kodokan, que significa Instituto do Caminho da Fraternidade escola fundada em 1882 por Kano Jigoro.  

Ele andou o mundo demonstrando sua arte e em novembro de 1914 ao desembarcar no Brasil e depois de ensinar judô na academia naval por um período, ele seguiu para o norte do país no ano seguinte onde acabou chegando cidade de Belém.

Quando chegou na cidade de Belém havia uma festa que para comemorar os 300 anos de colonização e dentro dessa festa havia um campeonato de luta livre para decidir o maior herói da Amazônia.

Conde Koma como grande guerreiro que era, não hesitou em participar deste campeonato sem o agendamento prévio, mas acabou levando a vitória. O nome de Maeda passou a ser muito respeitado na região. Ele ganhou mais de 2.000 lutas profissionais em sua carreira, seus feitos levaram-no a ser chamado de "O homem mais forte que já viveu".

Ao mesmo tempo em que ensinava o judô nas academias policiais e militares, ele iniciou o recrutamento de discípulos para a sua academia. Seu trabalho era tão bom e seu nome era tão importante que logo nomes importantes da região e seus filhos passaram a frequentar seu dojô .

E nessa época aconteceu aquilo que viria a mudar totalmente o destino de muitas pessoas e o futuro do Jiu Jitsu que conhecemos hoje. Nessa ascendência  de Conde Koma na cidade de Belém, um grande empresário escocês chamado Gastão Gracie, que tinha uma filho bem agitado chamado”Carlos Gracie” ficou interessado na arte resolveu inserir o jovem nas aulas de Judô que eram ministradas por Mitsuyo Maeda, já que seu filho estava no estágio da rebeldia e Gastão sabia que as artes marciais ensinariam um pouco de disciplina ao rapaz e poderiam ajudá-lo na melhora do comportamento.

Maeda foi fundamental para o desenvolvimento do Jiu Jitsu Brasileiro, pelo que ensinou à família Gracie. Carlos Gracie treinou com Conde Koma dos 14 aos 17 anos de idade. Além de acabar com sua rebeldia aquilo que Maeda ensinou a ele, mudou não só sua vida e com a vida de toda sua família e as futuras gerações desta.

Em 1921 a família Gracie havia se transferido para o Rio de Janeiro, foi então que Carlos na época com 17 anos, passou os ensinamentos recebidos de Maeda a seus irmãos: Osvaldo, Gastão e Jorge. Que logo depois fundaram uma academia de Jiu Jitsu na cidade do Rio de Janeiro.

Hélio Gracie por ser mais franzino e com uma saúde muito debilitada não tinha permissão para fazer os treinos, visto que não era forte como os outros. Mas assistia a todos os treinos dos irmãos e por isso passou a conhecer tudo sobre a arte suave decorando os movimentos do esporte.

Certo dia após um atraso de Carlos Gracie, Hélio se ofereceu para ministrar uma aula a um importante aluno de Carlos e como tinha grande conhecimento adquirido enquanto ele observava os treinos não teve dificuldade para concluir tal feito. Assim ministrando uma excelente aula o então aluno de Carlos pediu permissão para continuar a ter aulas com Helio, e assim aos 16 anos o irmão de Carlos Gracie começava a dar aulas de Jiu Jitsu.

Helio é considerado o criador do Jiu Jitsu Brasileiro pelo fato de adaptar a arte japonesa baseando-a no sistema de alavancas conseguindo que os mais franzinos pudessem sobressair os mais fortes.

Importância de Mitsuyo Maeda Na história do Jiu Jitsu Brasileiro

Devemos muito a família Gracie pelo esporte ter tanto prestígio e eficiência no mundo das artes marciais, talvez se não fosse elas hoje o BJJ não seria uma arte tão perfeita e amada por muitos.  

No entanto não podemos deixar de ser gratos à história de Conde Koma, pois foi ele que trouxe a base para o Brasil e apresentou uma arte que posteriormente seria adaptada pelos Gracies até se tornar o que é hoje.

Se não fossem esses verdadeiros samurais que deram suas vidas para aprender, aprimorar e disseminar esta arte tão maravilhosa pelo mundo, talvez hoje nossos caminhos teriam tomado outros rumos e o Jiu Jitsu não seria o que é hoje.

Quer aprender mais sobre a arte suave?

Se você também é um fanático por Jiu Jitsu e quer estar sempre com um jogo afiado e infalível para os campeonatos e para os treinos, não pode deixar de conhecer nosso conteúdo exclusivo, feito especialmente para você.

O site do BJJFanatics possui um verdadeiro arsenal de técnicas, que deixarão você com um jogo blindado.

E ninguém melhor para ensinar a você as melhores técnicas do que quem entende do assunto e é por isso que Rodolfo VieiraLeandro Lo fazem parte desse time que conta com os maiores campeões do esporte. Eles ensinarão as suas técnicas para que assim como eles você também se torne um grande lutador.

Não perca mais tempo e venha conferir nosso conteúdo!!

O DOMÍNIO DO JIU-JITSU AMASSE, PASSE E FINALIZE POR RODOLFO VIEIRA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

A GUARDA LO E A PASSAGEM MATRIX POR LEANDRO LO (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

Marcadores