X Close
Your Cart
Keep Shopping
Tipos De Jiujiteiros Que Você Encontra Em Todas Academias De Jiu Jitsu

Tipos De Jiujiteiros Que Você Encontra Em Todas Academias De Jiu Jitsu

O Jiu Jitsu é uma arte para toda e qualquer pessoas que vão de crianças até idosos. Dentro do tatame iremos deparar como vários tipos de pessoas e estas pessoas demonstrarão algumas de suas particularidades.

E em meio a essa diversidade de idades temos também uma infinidade de personalidades. E sempre haverá um ou outro com uma característica marcante. Provavelmente você irá identificar alguém ou até mesmo se identificar nos tipos de Jiujiteiros que existem dentro das academias.

Os tipos de Jiujiteiro

O Ogro

O ogro é um dos mais casca grossas da academia, ele faz força sem miséria, joga você de um lado para o outro como se você um papel. Seu estilo de luta e botar pressão em qualquer um. Treino leve como ele? É mais fácil o tatame virar pedra do que ele aliviar para alguém. No mínimo você termina o rola com a cara ralada.

O machucado

Esse cara existe em quase 100% da academias, ele sempre está com dor em algum lugar. Nuca está sem por cento e sempre que vai fazer um rola os treinos diz “vamos de levinho” e mesmo assim acaba machucando.

O modelo

É aquele tipo de Jiujiteiro superstar, em um treino é capaz de tirar um milhão de fotos. Gosta de estar sempre bem arrumado, kimono no prumo, tira fotos mostrando o tanquinho e o peitoral.

O professor

Esse cara é uma das maiores malas no Jiu Jitsu. Quando estamos treinando temos que nos desligar do mundo lá fora e preocupar apenas em neutralizar o oponente com a técnica. No entanto esse ser “iluminado” gosta muito de explicar uma posição. Até aí não há problema algum, até porque ensinar as pessoas é uma virtude, o único problema e quando essa explicação é feita no meio do rola, e geralmente quando ele está na pior. Isso mostra o quanto ele se preocupa em ser finalizado e prefere interromper o rola do que tentar se defender da posição qual está sendo aplicada.

Não há nada mais inconveniente do que passar por essa situação além de atrapalhar o rola do amigo, esse cara acaba virando piada dentro da academia.

Um excelente curso para esse “professor” que gosta de dar explicações no meio de um treino seria com a fera Bernardo Faria, esse monstro do Jiu Jitsu criou um arsenal de defesas para se livrar das piores posições utilizando a técnica e as alavancas sem precisar interromper o rola para se livrar do perigo.

Leia Mais Sobre Bernardo...

A fiona

Essa é para as meninas. Geralmente associamos as meninas como delicadas e frágeis, mas em toda academia sempre aparece uma diferenciada. Não precisa ser grande e nem cheia de músculos, ela mete medo em muito marmanjo. A Fiona é uma jiujiteira com a cara de princesa, sorriso meigo e palavras doces, mas no fundo é uma ogra, se der mole para ela, ela irá de dobrar que nem um papel, ela pode fazer você voar sem sequer ter asas e vai te finalizar sem dó.

 

O porquinho

Esse é um dos alunos mais complicados. Já citamos mil vezes a importância de sempre estar com o kimono limpo, unhas cortadas e banho devidamente tomado. Essa peça rara parece que esquece que Jiu Jitsu é um esporte de contato e que o tempo todo as pessoas estarão próximas a ele sentindo o odor desagradável. O kimono que ele usou ontem, que está todo suado, ele amarra deixa no porta-malas do carro fechado e usa no dia seguinte sem problema algum e ao entrar no tatame parece que o kimono estava servindo de cobertor para um gambá.

O fenômeno

Esse é a estrela da academia, tem um dom nato para aprender as técnicas sem muitas dificuldades, é considerado um ponto fora da curva, dá muito trabalho ao mais graduados e movimenta como se fosse o  Bruno Malfacine, que é pequeno no tamanho, mas um gigante na técnica e na velocidade.

Esta fera da equipe Alliance tem muito a nos ensinar, com uma jogo super  afiada ele que ele desenvolveu ,baseado em muita técnica para vencer caras bem maiores do que ele.

Leia Mais Sobre Malfacine...

O Atrasado

É o Jiujiteiro que nunca chega na hora, está sempre correndo e adora pular o aquecimento, geralmente chega na hora dos rolas, e isso não é esporadicamente, acontece em todos os treino, professor já falou e ameaçou a deixá-lo de fora dos treinos se não chegar no horário, já mandou pagar 10, 100, 1000, colegas já falaram, mas não adianta ele gosta de viver sob pressão, mas o negócio dele é nunca estar na hora.

O amarrador

É aquele cara que não quer perder de maneira algum, ele inicia o rola, coloca o compnheiro numa posição de domínio e não sai dali, nem se um guindaste vier tirar, segura a posição não se mexe e não permite que seu companheiro se movimente, após 5 minutos de amarração ainda tem a cara de pau de falar “pô que rola maneiro que a gnt fez, ficou pau a pau.” Parece bizzaro, mas acontece mais do que se imagina.

O jiujiteiro “ás vezes”

“Às vezes vai treinar, “ás vezes some”.Aquele que não quer nada como nada, que simplesmente estar ali, treina 2 semanas, some dois anos, volta um dia e fica mais 6 meses sem aparecer.

Brincadeiras à parte, a verdade é que cada um tem seu jeito e devemos respeitar, o tatame é um local de respeito mútuo e acolhimento, nunca ridicularize um companheiro de treino, se algo incomoda você ou se você percebe que ele está sendo alvo de chacotas na academia, chegue em particular e dê um toque da maneira mais sutil possível. Isso mostra respeito e consideração.

Quer se tornar uma fera no Jiu Jitsu?

O BJJFANATICS vai te ajudar, nossa plataforma conta com o melhor conteúdo de Jiu Jitsu feito especialmente para que você se torne um campeão no esporte. E ninguém melhor para ensinar todos os segredos dos campeões que as feras Bernardo Faria e  Bruno Malfacine, esse dois são conhecidos por serem caras extremamente técnicos que gostam de vencer obstáculos e por isso chegaram onde estão.

Não perca tempo, aprenda com os melhores e seja você também um campeão.

COMO LUTAR CONTRA O ADVERSÁRIO MAIOR, MAIS FORTE E MAIS PESADO: GUARDA BY BRUNO MALFACINE (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

O MANUAL DAS DEFESAS COM BERNARDO FARIA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

 

 

 

Marcadores