X Close
Your Cart
Keep Shopping
A Banalização De Faixas No Jiu Jitsu

A Banalização De Faixas No Jiu Jitsu

Hoje traremos mais um assunto polêmico para vocês... A banalização de faixas no Jiu Jitsu! Atualmente, a disseminação da arte suave em todo mundo, trouxe muitos benefícios par ao nosso esporte, como a oportunidade de se praticar e disputar campeonatos em qualquer lugar do planeta, e tantos outros...

Porém, essa disseminação tão rápida da arte suave fez com que muitas pessoas incapacitadas passassem a ensinar nossa arte sem o mínimo preparo, simplesmente banalizando a essência da arte suave e denegrindo a imagem e simbologia de um verdadeiro faixa preta.

Quando uma pessoa recebe a faixa preta sem estar verdadeiramente apta á recebê-la começa todo um ciclo vicioso de maus ensinamentos e distribuição facilitada de faixas.

Infelizmente o Jiu Jitsu não possui uma norma que regulariza a distribuição de faixas de acordo com a meritocracia, somente existindo a regulamentação da IBJJF de tempo mínimo de faixas. Por conta disso, alguns professores acreditam que o sistema de graduações deve obedecer estritamente o critério “tempo de faixa” e acabam por graduar alunos despreparados á receber aquela faixa, culminando em graduações rápidas que desestimulam estes a continuarem na arte suave.

Para, Marcio “Pé de pano” Cruz  “Existe um mínimo de tempo de uma faixa para a outra. O cara que é um gênio no esporte, por exemplo, também tem um tempo mínimo para alcançar as faixas dele. São dois anos e meio na faixa azul, um e meio na roxa e um ano na marrom. A faixa-preta não tem jeito, só depois de 31 anos do atleta praticando o esporte, dando aulas, envolvido de alguma forma no esporte, ele vai para a vermelha. Se você parar pra fazer faculdade ou parar por algum outro motivo e ficar sem treinar, esse tempo não conta. Esse é um dos motivos que a galera está reclamando bastante. Só pode pegar faixa-coral depois de 31 anos de faixa-preta dedicados ao jiu jitsu.

Uma graduação deve ocorrer de acordo com inúmeros critérios, dentre eles o principal é a meritocracia, que engloba tantos outros critérios, como conhecimento técnico, assiduidade, postura, interesse e tantos outros. Um professor que simplesmente gradua seu aluno por tempo de faixa está cometendo um grande erro, até porque muitas vezes tempo de faixa não quer dizer assiduidade nos treinos. Além disso existem professores que simplesmente ignoram a regulamentação de tempo mínimo e promovem seus alunos sem respeitar nenhum critério, fazendo um verdadeiro comércio de faixas dentro do Jiu Jitsu.

A transição da faixa branca para a faixa azul deve ser um período de muito aprendizado de um praticante da arte suave, entregar uma faixa azul para uma pessoa despreparada é a ponta do Iceberg que uma graduação equivocada pode causar.  A faixa azul é o nível em que o aluno tem que conhecer todas as técnicas básicas e ja ter um estilo próprio a se aprimorar.

“A faixa azul é a mais importante do Jiu-Jitsu. Da branca para a azul, é a fase do esclarecimento. O faixa-azul precisa ser um cara confiante de que é um casca-grossa, de que pode segurar a peteca.“ cita Rickson Gracie.

Um faixa azul despreparado provavelmente desistirá do Jiu Jitsu ou então se tornará um faixa roxa despreparado, depois marrom despreparado, culminando em um faixa preta despreparado que irá graduar mais atletas despreparados...

Kron Gracie acredita que existam professores que agilizam a graduação para não perderem os alunos, pois, muitos, “cobram” a nova graduação dos seus mestres.

“Eu já perdi alunos porque não os graduei. Vou dar a faixa quando eu achar que devo. Não tem nada a ver pedir pela graduação. Ela não muda nada, é só uma demonstração do seu progresso. Na minha academia, tem caras com a faixa azul há cinco anos. Lá, quando um atleta vem de outra equipe, ele usa uma barra branca na faixa até eu achar que ele merece aquela faixa. Isso é para mostrar que a faixa não pode ser tratada como um sanduíche, que você pega e larga quando quiser” afirma Kron.

A verdade é que diante de um sistema tão heterogêneo de graduações o aluno deve observar qual é a postura de seu mestre em relação a graduações e repensar sobre alguns conceitos, caso veja que seu mestre simplesmente não respeita nenhum critério...

Independente de cor de faixa o que realmente prevalece dentro dos tatames é o conhecimento técnico...No Jiu Jitsu a busca pelo conhecimento técnico deve ser eterna! Uma das principais diferenças do Jiu Jitsu para as outras modalidades esportivas é que dentro da arte suave todos os dias são inventadas, criadas e adaptadas novas técnicas, o conhecimento técnico na arte suave é infinito!

O conhecimento é o ponto chave para a evolução, e para nós, Fanáticos pelo Jiu Jitsu, devemos buscar sempre adquirir novas técnicas e conhecimentos!

O BJJ Fanatics pode te ajudar a ir além do conhecimento básico e evoluir dentro do Jiu Jitsu...

Em nosso site, você pode aprender todos os segredos das técnicas utilizadas pelos principais campeões. Neste site você encontrará cursos em PORTUGUÊS, com atletas como  Marco BarbosaIrmãos Miyao,Marcos Tinoco

Não deixe de conferir em nosso conteúdo com os principais ajustes, detalhes e pegadas que levaram esses atletas a se tornarem os melhores do mundo!  

 O MANUAL DA PASSAGEM NA PRESSÃO COM MARCO BARBOSA (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

O BERIMBOLO E MUITO MAIS COM IRMÃOS MIYAO (ACESSO ONLINE)

 

COMPRE AQUI

COMPRE AQUI

O ESPECIALISTA DA GUARDA LASSO (GUARDA LAÇADA) COM MARCOS TINOCO (ACESSO ONLINE)

COMPRE AQUI

 

Marcadores